Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

Quando foi implementado, a ideia era impulsionar o mercado automobilístico, que apresentava altas taxas de crescimento no país após a política de modernização do presidente Juscelino Kubitschek.

Com a dificuldade da liberação de crédito das instituições financeiras, o consórcio possibilitou a muitos brasileiros realizarem o sonho do carro novo. 

Desde o seu surgimento, o consórcio mostrou-se a melhor opção para quem deseja realizar uma compra planejada. 

Sem cobrança de juros e de entrada, os consumidores passaram a investir em um bem com parcelas que se ajustavam ao seu orçamento.

O sucesso foi tão grande, que não demorou para o consórcio trabalhar com outros tipos de produto. De videocassetes (lembra deles?) à casa própria, o consórcio ajudou muitas famílias e consumidores a se planejarem melhor para compras de alto valor. 

Tanto que, mesmo com a liberação de crédito nos bancos e demais instituições financeiras, o consórcio se manteve como a melhor forma de planejar compras de alto valor.

Nos últimos anos, a categoria tem se reinventado com portfólio que inclui serviços. Com cartas de crédito de menor valor, também é possível investir em viagens, estudos, cirurgias, festas, reformas e até mesmo em casamento.

Sistema de pagamento de consórcio

Desde que foi criado, o consórcio funciona a partir da seguinte mecânica: ao investir em uma carta de crédito, o consorciado ingressa em um grupo, que reúne outros consorciados com interesses parecidos.

Antes disso, é preciso escolher o bem em que se quer investir. 

Cada bem tem uma faixa de carta de crédito: por exemplo, consórcio automotivo possui cartas a partir de R$ 30 mil, que seria correspondente ao valor total de um carro (novo ou seminovo); já o consórcio imobiliário opera com uma faixa mais elevada, a partir de R$ 120 mil, em até 186 parcelas.

A escolha da carta de crédito é feita pelo consumidor. É possível fazer uma simulação online a partir do valor da carta e a quantidade de mensalidades que deseja pagar. Isso permite ajustar a mensalidade do consórcio ao seu orçamento. 

O ideal é que as parcelas não ultrapassem 30% dos seus rendimentos mensais.

Consórcio não tem juros

Diferentemente do financiamento, o consórcio não cobra juros ou entrada para a compra do bem. 

A empresa de consórcio é remunerada pelo acréscimo da taxa de administração nas parcelas. Ela serve para remunerar a gestão das cartas, a formação dos grupos e a realização das assembleias mensais, em que são sorteados os bens aos integrantes do grupo.

Além disso, é comum que as empresas de consórcio façam a cobrança do fundo de reserva, para cobrir possíveis inadimplências dos consorciados. E, como opção, cobram um adicional de seguro, opcional para eventuais quebras de garantias, seguro de vida e seguro-desemprego, caso o consorciado perca o emprego.

Porém, em busca de oferecer um serviço mais ajustado às necessidades do consumidor moderno, o UP trabalha de forma diferente. 

Taxa de administração do UP: como funciona?

Nas empresas convencionais de consórcio, a taxa de administração já é inclusa a partir da primeira mensalidade, assim como o fundo de reserva.

O UP, porém, é mais prático e econômico. Primeiramente, não faz a cobrança do fundo de reserva. 

Quanto à taxa de administração, só é cobrada a partir da contemplação. Ou seja, enquanto você tiver pagando as mensalidades, há desconto de 100% da taxa de administração.

O melhor de tudo é que este valor não é cobrado de forma retroativa. 

Para exemplificar: se você investe em um imóvel de R$ 200 mil, em 100 meses, paga integralmente R$ 2 mil até ser contemplado. Só após receber a carta de crédito equivalente ao bem passa a ser cobrada a taxa de administração. 

O valor após a contemplação já é exibido no momento da simulação. No caso do exemplo do imóvel, após ser sorteado, as mensalidades recebem acréscimo de 0,35% de taxa mensal, chegando a R$ 2.700. 

As parcelas também passam por reajustes anuais, porque interferem diretamente no valor do bem. O consórcio de imóveis, por exemplo, depende do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), enquanto o consórcio de automóveis acompanha o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). 

Essa transparência permite que o consorciado possa planejar a longo prazo o investimento em um bem de alto valor. 

Cálculo das taxas

Assim como o imóvel, a taxa de administração para o consórcio de automóveis no UP também é de 0,35%. O percentual só passa a ser diluído nas parcelas após a contemplação.

Em resumo, o cálculo da taxa de administração funciona da seguinte forma:

Crédito / Prazo restante = valor + 0.35% (imóvel e automóvel) ou valor + 0.45% (serviço).

Qual a diferença da taxa de administração e dos juros?

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito do consórcio e acabam comparando a taxa de administração aos juros, que são comuns em financiamento.

Ao optar por financiar um carro ou casa pela instituição financeira, além do valor de entrada, o consumidor fica suscetível às altas taxas de juros, que são cobradas mensal e anualmente. 

Tanto que é comum alguns compradores pagarem o dobro ou até mais pelo bem do que ele realmente vale por meio do financiamento.

Quando se trata de financiar um apartamento, por exemplo, o consumidor também deve estar atento às parcelas intermediárias, que são cobradas anualmente e podem comprometer o seu orçamento mensal.

A taxa de administração é um valor já definido no momento em que se fecha o consórcio. Ela não ultrapassa 15% do valor total do bem e é diluída nas parcelas.

Com o UP, há uma vantagem adicional: a taxa de administração só passa a ser cobrada depois da contemplação. Quanto mais você demorar para receber o bem, menos terá que pagar de taxa de administração. E, como já explicamos, esse valor não é cobrado de forma retroativa.

Por isso, o UP é a solução mais adequada para quem deseja realizar a compra de um imóvel, automóvel ou diversos serviços de forma planejada. 

Sem pressa e com mensalidades que se ajustam ao seu orçamento, você pode aumentar seu patrimônio de forma tranquila, com a segurança da operação de uma das empresas de consórcio mais admiradas do segmento: a Embracon.

Últimas Postagens

Parcelar ou pagar à vista: qual a melhor opção?

Descubra quando escolher cada opção com base na necessidade e poder de crédito.

Casa ou apartamento: qual é o melhor pra você?

A melhor opção é a que se encaixa ao seu estilo de vida. Saiba como escolher.

Confira as vantagens do consórcio e saiba por que fazer

O consórcio é uma possibilidade de comprar um bem de forma parcelada, sem juros.

Dê um Up na autoestima com o consórcio de Cirurgia Plástica

Para investir em uma cirurgia plástica, a melhor opção é o consórcio de serviços

Carros Uber: melhores modelos para o trabalho

Confira os melhores modelos de carro para quem deseja ser motorista do Uber.

Como planejar suas férias com consórcio de viagem?

Saiba como o Consórcio pode te ajudar a realizar suas férias dos sonhos.
Próximo
1 / 11